Copa America

Antecedentes históricos da Copa América

Em 2020, será realizada a 47ª edição de Copa América que, pela primeira vez, será divida entre dois países-sede: Argentina e a Colômbia.  Com isso, a abertura do campeonato será no país de Messi, e o encerramento no James Rodríguez.

O torcedor pode estranhar a Copa América em dois anos consecutivos. Como todos se lembram,  em 2019 ocorreu Copa América aqui no Brasil, que tornou-se eneacampeão – nove vezes campeão – sob o comando do técnico Tite.

É que a edição de 2020 ocorrerá devido a uma mudança de datas estabelecida pela CONMEBOL. A partir de agora, a competição será apenas disputada em anos pares, de quatro em quatro anos. Com isso, passará a ocorrer nos mesmos anos que a Eurocopa. Assim, a próxima competição só ocorrerá em 2024, no Equador. 

Para a competição, serão convidadas duas seleções estrangeiras: Austrália e Catar.

Outras novidade é que a fase de grupos será divida entre duas chaves de 6: “Norte”, com Colômbia, Brasil, Equador, Peru, Venezuela e um convidado e “Sul”, com Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Uruguai e convidado.

Campeões

O Uruguai segue sendo o rei da competição com 15 títulos,  sendo a sua última vitória no ano de 2011. É seguido pela Argentina, com 14, embora sua última vitória tenha sido no distante ano de  1993. O Brasil, atual campeão, conta com nove troféus. Logo atrás vêm o Paraguai, Chile e Perú (com 2), Colômbia e Bolívia (com uma).

Sedes

2019 foi a quinta ocasião que o Brasil foi o país-sede da Copa América, sendo superado pela Argentina (que a recebeu em 9 ocasiões), Uruguai, Chile (7), e Perú (6). Mais atrás estão o Equador (3), Bolívia (2), Paraguai, Colômbia, Venezuela e Estados Unidos (1).

O sistema rotativo da Conmebol fez a distribuição mais equitativa, e em 2020 será dividida entre Colômbia e Argentina.

Artilheiros

O maior artilheiro da história é Norberto Méndez, con 17 gols, seguido de Zizinho, con a mesma pontuação. Em atividade, o peruano Paolo Guerrero soma 11 e Eduardo Vargas, do Chile, conta com 10.

Participações

Em relação ao número de participações, o recorde é do chileno Sergio Livingstone, com 34 partidas, seguido por Zizinho, con 33; em relação à jogadores em atividade, vence Lionel Messi, com 21 partidas antes do início desta edição.

Apostas online na Copa America

Resumo Copa América 2019

Apostas online na Copa America

Prévia Copa América 2019